O primeiro passo para compreender a importância da gastronomia sustentável é observar os alimentos desperdiçados na sua própria cozinha. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostrou que 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são perdidos no planeta a cada ano. O que equivale a 30% do total produzido. Por isso, debater questões como o desperdício e a qualidade da alimentação tem se tornado fundamental no mundo inteiro. Principalmente hoje, na data em que se comemora o Dia da Gastronomia Sustentável.

Mas, afinal, o que é gastronomia sustentável?

O principal objetivo da gastronomia sustentável é justamente diminuir o desperdício e aumentar o acesso a alimentos mais nutritivos. Para isso, é preciso adotar hábitos que vão desde a compra até a composição da receita, priorizando a qualidade e aproveitando toda a estrutura dos alimentos. Ao substituir embalagens por cascas, buscar frutas e verduras direto do agricultor e se adequar à sazonalidade, incluindo cascas e sementes nas receitas, você vai perceber uma queda no desperdício da sua cozinha e irá obter novas fontes de nutrientes.

A ideia da gastronomia sustentável já tem sido adotada por muitos restaurantes, que buscam promover uma alimentação nutritiva e diferenciada, além de uma economia no cardápio. Hoje, chefs renomados já têm destacado o tema nas receitas, motivando a curiosidade a respeito de novos sabores e de um consumo consciente.

Acesso a alimentos de qualidade

Com o intuito de promover uma conscientização ainda maior sobre o tema, a ONU criou o Dia da Gastronomia Sustentável, que acontece anualmente no dia 18 de junho. Apesar de não determinar um tema específico para este ano, o próprio Dia da Segurança Alimentar, celebrado no dia 07 de junho, debateu o acesso e a qualidade da alimentação, abrangendo ambas as datas.

Para entender como a qualidade e o desperdício dos alimentos estão interligados, imagine que a maior fonte de minerais e vitaminas de muitas frutas e legumes está justamente na casca. Com base nisso, frutas que eram consumidas sem ela, passaram a ser incluídas nas receitas por inteiro.

7 dicas para evitar o desperdício na sua cozinha:

1. Aproveite sobras de arroz para fazer novas receitas, como bolinhos e risotos.

2. Pães amanhecidos podem ser assados por cerca de 15 minutos e transformados em torradas quentinhas.

3. Frutas maduras demais podem não ser tão atrativas para comer, mas são ótimas opções para incluir em receitas de bolo.

4. As sementes de frutas e legumes também podem ser aproveitadas! Triture uma porção no liquidificador e utilize como ingrediente para uma deliciosa farofa, deixando-a rica em fibras e minerais.

5. Aproveite os talos e as folhas de legumes e vegetais para preparar sopas e fazer caldos.

6. Após higienizar os temperos frescos, você pode picar e congelar para conservá-los por mais tempo.

7. As cascas das frutas podem ser utilizadas em diversas opções, incluindo receitas de bolo e bebidas.

Uma outra forma muito eficiente de conservar frutas da estação é utilizando em receitas de geleias e polpas. Uma ideia que, além de propor doces deliciosos e caseiros para o dia a dia, facilita o preparo de sucos naturais por meio das polpas.

Todas essas dicas podem ser aplicadas em qualquer cozinha. No caso dos profissionais da gastronomia, elas podem ser agregadas no cardápio com criatividade, incorporando um modelo mais sustentável e inovador.

 

Fonte: Blog Senac SC