Por Jessica Krieger
Assessoria de comunicação do Senac/SC – imprensa@sc.senac.br

A mistura do sabor adocicado, textura e aquele toque de acidez na medida certa faz do morango um dos ingredientes mais indicados na preparação de geleias. O doce feito com a fruta acompanha torradas, biscoitos e ainda serve para preparar bolos e outras receitas. 

Acredita-se que esta frutinha vermelha tenha origem na Europa e que já era cultivada em hortas caseiras no século XV. Mas somente em meados do século passado que imigrantes italianos e japoneses trouxeram para cá as mudas de morango, fazendo deste plantio um negócio estritamente familiar. 

Até hoje, pequenos produtores das mais diferentes regiões do Brasil têm no morango seu principal sustento – além de parte integrante de pratos da gastronomia local. No país, a fruta se desenvolve em uma grande variedade de solos e clima, de norte a sul. Em Santa Catarina, cidades do oeste e meio-oeste apostam na rentabilidade desta cultura ao lado de outras localidades na serra, mais próximas ao litoral, como Rancho Queimado, por exemplo.  

Além das baixas calorias, o morango é fonte de antioxidantes e vitamina C, que ajuda na imunidade e na absorção de ferro pelo organismo. “É uma ótima fruta para ser consumida no inverno”, afirma Marília Valls, chef e professora de gastronomia do Senac SC.  

É ela quem ensina a terceira receita do projeto “Regionalidades que geram renda”, do Observatório da Gastronomia: a tradicional geleia de morango. Neste episódio da websérie, Marília incrementa a clássica geleia com maçã Fuji e limão Tahiti, mostrando que é possível inovar neste preparo com ingredientes frescos e saudáveis.  

“A dica é não exagerar na quantidade de açúcar e o toque de acidez do limão para a receita não ficar enjoativa”, explica. “E cuidar com o ponto da geleia para não ficar muito encorpada. Ela deve ser fluida, mas ainda assim, ter consistência”, completa Marília Valls.  

Além da videoaula, a chef fará uma live no dia 22/06 para falar mais sobre a receita e as possibilidades do uso de ingredientes regionais, como o morango. O bate papo acontecerá a partir das 16h horas no Instagram do Observatório da Gastronomia. Abaixo, confira a receita completa para fazer em casa:  

 

 

Geleia de Morango 

Tempo de Preparo: 40 minutos
Rendimento: 300g

Ingredientes:
2 bandejas de morango
1 xícara de açúcar refinado
1 unidade de maçã Fuji
1/2 limão Tahiti
2 potes de vidro com tampa de metal  

Modo de fazer:

Etapa 1 – Higienizar os morangos, a maçã e o limão.  

Etapa 2 – Esterilizar os vidros que serão usados. Ferver por 15 minutos ou levar ao forno a 180 graus, por 15 minutos. Deixar secar naturalmente. 

Etapa 3 – Preparo
1) Retirar as folhas dos morangos e picar em cubos grandes. Descascar a maçã e ralar com a parte mais grossa do ralador. Espremer o suco de limão; 

2)  Colocar metade dos morangos, a maçã, o suco de limão e o açúcar em uma panela. Misturar ainda fora do fogo; 

3) Levar a panela ao fogo baixo e mexer de vez em quando, apenas o suficiente para não grudar no fundo da panela; 

4) Quando o morango estiver cozido, acrescentar o restante dos morangos.  Deixar cozinhar até que os morangos estejam macios e a calda esteja espessa.  

5) Confira se a geleia está consistência correta. Se estiver muito rala, deixar cozinhar por mais alguns minutos ou se estiver muito espessa, acrescentar um pouco de água. 

Etapa 4 – Montagem
Quando a geleia estiver pronta, colocar ainda quente, nos vidros esterilizados. Tampar o vidro e virá-lo de ponta cabeça até esfriar, isto criará vácuo dentro do vidro.   

Dica para avaliar a consistência da geleia: num prato gelado (deixar 15 minutos no congelador), colocar 1 colher de chá da geleia. Virar o prato levemente. Se a geleia escorrer muito rápido ela ainda não está pronta. Cozinhe por mais tempo.  

Dicas do pós-preparo:

  • Dura até 3 meses em temperatura ambiente, se fechada à vácuo
  • Pode ser congelada por até 6 meses
  • Validade de um mês em geladeira após aberta  

* Não contém glúten e não contém lactose. 

Além das videoaulas e do material no blog do Observatório da Gastronomia, o projeto também conta  lives com os chefs que produziram as receitas. Durante o bate papo ao vivo, os chefs vão discutir as possibilidades de uso dos ingredientes regionais abordados na websérie e tirar dúvidas sobre as receitas.
A live sobre o Morango será segunda-feira, 22/06, às 16h, com a professora Marília Valls, no Instagram do Observatório da Gastronomia.

 ** Fontes de referência 

Revista Globo Rural 

Epagri