Por: Nathália Bernardinetti
Analista Educacional Senac SC – Gestora do Observatório da Gastronomia

O novo número da Revista Brasileira de Gastronomia (RBG), editada pelo Senac SC, foi lançado no começo de fevereiro e conta com artigos científicos que tratam de diversos temas da Gastronomia, refletindo sua transversalidade.

Pesquisas sobre cobrança de taxa de desperdício, saberes e fazeres tradicionais e a qualidade da informação sobre gastronomia veiculada em diferentes mídias são alguns dos temas apresentados nesta edição, que aborda também, as competências individuais para empreender e a qualificação dos profissionais da área.

Lançada em 2018, a RBG nasceu em um contexto de incentivo à pesquisa na área de Gastronomia, como um espaço para divulgar e compartilhar conhecimento, fortalecendo a Gastronomia enquanto ciência. Para o professor Breno Cruz, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), periódicos científicos na área de Gastronomia, como a RBG, colaboram para a construção de um corpo científico que abarque a questão da interdisciplinaridade. Segundo o professor Breno, “a área de Gastronomia, embora seja interdisciplinar, ainda não é uma área na Capes. Por isso, construir conhecimento no campo da Gastronomia, considerando essa interdisciplinaridade, é essencial se queremos ser reconhecidos como área para outras áreas do conhecimento”. No artigo publicado na RBG, os professores Breno Cruz, Renato Monteiro e Laura Ide, analisam o uso do termo Gastronomia na plataforma digital Twitter, buscando compreender as associações ao termo, a geolocalização dos usuários e a influência destes.

Para a professora Silvana Müller, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), “a revista científica possui um papel fundamental no desenvolvimento e na prática dos profissionais da área por ser um veículo para a transmissão e de reprodução dos saberes e fazeres gastronômicos, tanto dentro das abordagens técnicas e tecnológicas quanto históricas e culturais. Observa-se cada vez mais o interesse dos profissionais em ler os artigos nas revistas científicas para construir e reconstruir novas práticas, apoiando-se em conhecimentos publicados e exercitando-as na área de alimentos e bebidas”. A professora Silvana desenvolveu em sua tese de doutorado uma metodologia para identificação e registro de saberes e fazeres – Inventário de Referência Gastronômica Cultural, IRGC – que serviu de base para a pesquisa publicada na RBG sobre doces tradicionais do município de São José, Santa Catarina.

Os periódicos científicos cumprem papel de grande importância na esfera acadêmica, entre os profissionais da área que pesquisam determinada temática e, também, para a sociedade. “É por meio de uma publicação científica que a sociedade toma conhecimento dos resultados de um trabalho de pesquisa e o que este representa para a coletividade”, afirma a professora Silvana. A maioria dos periódicos científicos, como a RBG, possui acesso aberto – livre e gratuito – para disseminação das pesquisas publicadas.

Periódicos científicos Senac SC

Com periodicidade semestral, a RBG, mantém as submissões abertas para publicação em fluxo contínuo para os próximos números da revista. Os ensaios – artigos científicos e resenhas –  precisam ser inéditos e ter o foco em Gastronomia e Alimentação. A página da RBG traz em suas Diretrizes para Autores, as orientações para quem desejar submeter seus trabalhos. Basta realizar um cadastro e seguir os passos apresentados na plataforma.

Além da Revista Brasileira de Gastronomia, com foco e escopo em Gastronomia e Alimentação, História da Alimentação, Patrimônio Cultural Gastronômico e Turismo, o Senac SC também edita a Navus – Revista de Gestão e Tecnologia, dedicada às áreas de Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, desde 2011.

Os artigos publicados nesta edição da RBG estão disponíveis no link: Revista Brasileira de Gastronomia, V.2 N.2

Para mais informações sobre a RBG, entre em contato com os editores pelo e-mail: EditorRBG@sc.senac.br